Recorda-te

 

Recorda-te de mim quando cismares...

Numa tarde de saudades infinitas

Quando a brisa passar pelos palmares

Recorda-te de mim que te amo ainda...

 

Se ouvires um canto apaixonado

Se ouvir um rouxinol em noites lindas

Se tiveres lembranšas do passado

Recorda-te de mim que te amo ainda...

 

Quando a tarde fugir bem vagarosa

E a noite envolver seu negro manto

Quando a lua surgir bem luminosa

Recorda-te de mim que te amo tanto!...

 

(poetadesconhecido)

Menu